sexta-feira , dezembro 9 2016
Inicio / Noticias / PES 2017: 5 Coisas que gostaríamos de ver

PES 2017: 5 Coisas que gostaríamos de ver

pes 2017

Provavelmente, só teremos notícias concretas de Pro Evolution Soccer 2017 a partir de junho. Enquanto isso, já começamos a pensar no futuro e elencar que elementos poderiam enriquecer a franquia e, com isso, ajudá-la novamente a atingir o topo o qual um dia ele já pertenceu.

Atualizações:
Embora no PES 2016 as atualizações já estejam acontecendo com uma frequência muito maior do que em sua versões anteriores, ainda não chegamos no ideal, por isso é preciso chegar em um ponto no qual aconteçam semanalmente e, assim, não fiquemos um longo período com times defasados, como acontece com os times brasileiros, por exemplo.

Bale_PES2016_EURO

Correções:
As correções (também conhecido como patches) são fundamentais para manter o fator diversão não só de um jogo de futebol, como de qualquer outro jogo. E este é outro que o PES 2016 também está levando vantagem em relação aos seus antecessores, pois já estamos na versão 1.06, e já tivemos versões que não passarem de três correções ao longo do seu ciclo de vida.

Porém, assim como citamos nas atualizações, as correções precisam ser disponibilizadas com maior agilidade, visando coibir ao máximo as jogadas viciadas.

Servidores online:
Desde os seus primórdios, as partidas online realizadas no Pro Evolution Soccer são baseadas em P2P (Peer to Peer), ou seja, não há servidores que possam gerenciá-las, o que vem se tornando um problema pior a cada ano para a franquia e, sem dúvida, é o aspecto mais reclamado pelos fãs, e é um motivo alegado por muitos que migraram para o concorrente.

Modos online:
Após a extinção definitiva do modo comunidade, não houve mais nenhum modo que permitisse algum tipo de interação entre seus usuários. Um modo muito bem vindo seria algo semelhante aos jogos de habilidade do FIFA, nos quais deve-se acumular pontos treinando fundamentos e, a partir daí, passa-se a fazer parte de um ranking entre seus amigos.

PES_2016

O retorno de recursos bacanas:
Algo recorrente com a franquia Pro Evolution Soccer é a retirada de recursos utilizados pelos jogadores, sem maiores explicações. Entre os inúmeros exemplos, podemos citar a barra de equilíbrio, a qual utilizávamos para tornar o time mais ofensivo ou defensivo em tempo de jogo.

Outro exemplo, e que tivemos apenas no PES 2011, foi a possibilidade de trocar a estratégia do time automaticamente, baseado no tempo e no placar do jogo.

PES-Mudança-de-Estratégia-Tempo-e-Placar-1024x576

 

(Visitado 11.250 Vezes, 1 Visitas Hoje)

Um comentário

  1. legal se tipo quando saísse gols em outros jogos no modo master league ou rumo ao estrelato parecer uma pequena notificaçao na tela tipo igual que acontece no FIFA

Duvida ? Deixe Seu Comentário Abaixo !